Procurar Notícia


Moro convida ex-ministra Eliana Calmon para dobradinha eleitoral na Bahia

Em franca movimentação para pavimentar sua candidatura a presidente, o ex-juiz federal Sérgio Moro, recém-filiado ao Podemos, convidou a baiana Eliana Calmon, ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), para uma eventual dobradinha na disputa pelo governo do estado. O convite foi feito na última quinta-feira, quando ambos se encontraram com integrantes da direção nacional do Podemos. A princípio, Eliana havia ido à reunião apenas para hipotecar apoio a ele na corrida presidencial. Contudo, Moro e os cardeais da sigla surpreenderam a ex-ministra ao sugerir que ela concorresse ao Palácio de Ondina, garantindo um palanque para o ex-juiz na Bahia.

Ponto de interrogação
Conhecida como crítica ferrenha da corrupção no Judiciário, Eliana Calmon se disse lisonjeada com o convite, mas afirmou que precisaria de tempo para pensar. A aliados, a ex-ministra alegou que, aos 77 anos, tem dúvidas sobre a disposição para encarar uma campanha ao governo do estado, embora não descarte a hipótese.

Mosca na sopa
As costuras de Moro entraram no radar de políticos baianos de variadas alas, todos atentos ao efeito que ele pode gerar na sucessão. Sobretudo, ao presidente Jair Bolsonaro. Caso a popularidade de Bolsonaro mantenha o viés de queda, a avaliação é que Moro tem chance alta de tomar o lugar do presidente em um possível segundo turno. Com isso, virou player a ser seguido de perto.

Além do previsto
A equipe do ex-prefeito ACM Neto (DEM) não esconde o espanto com o número de lideranças que já garantiram presença no lançamento da sua pré-candidatura ao governo no próximo dia 2. A menos de duas semanas, a lista de políticos de destaque local e nacional interessados em participar do evento está bem acima da previsão inicial.

Unha e carne
Decidido a brigar por uma vaga de deputado federal, o presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior (MDB), elegeu como parceiro principal o vereador Emerson Penalva (Podemos), candidato a estadual. Em busca de votos casados, um virou a sombra do outro nas andanças pelo interior.

Ganho de causa
A Via Bahia conquistou um triunfo significativo na guerra travada com o Ministério da Infraestrutura em torno do controle das BRs 324 e 116. Após aproximadamente sete anos de atraso, a Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) iniciou, no último dia 18, o processo de revisão quinquenal prevista no contrato de concessão para 2014 e 2019. A etapa seguinte será a realização de audiência pública de 29 de novembro a 12 de janeiro para discutir a proposta de reequilíbrio financeiro do contrato.

Guarda alta
Apesar da vitória, a Via Bahia sabe que terá uma batalha dura pela frente. Isso porque a ANTT rejeitou todos os 56 pontos do plano de investimentos em obras viárias apresentado pela empresa, estimado em R$ 8 bilhões.


0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*