Procurar Notícia


Covid: 9 em cada 10 pacientes deixaram de tomar as duas doses da vacina

O perfil dos internados com a Covid-19 no Brasil está mudando. Nove em cada dez pacientes com a infecção são pessoas que não completaram o esquema vacinal contra o SARS-CoV-2, identificou um levantamento do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. O estudo foi feito com base em 1.172 ocorrências registradas entre janeiro e a primeira quinzena de setembro.

Os dados foram apresentados pelo infectologista Jamal Suleiman. Ele apontou que o número de casos de pacientes que não haviam tomado as duas doses da vacina era de 1.034, enquanto o dos imunizados foi de 138.

Dos 1.172 casos identificados no levantamento, 274 evoluíram a óbito. Destes, 237 não haviam recebido nenhuma dose da vacina, 21 apenas a primeira dose e 16 tinham recebido as duas doses. “Isso mostra o que desde o começo a gente tem dito: o papel da vacina é proteger pessoas. A gente não consegue todas, mas o máximo de proteção, no máximo de indivíduos”, salientou Jamal.

“Nenhuma medida trouxe um impacto na redução de casos e no aumento da sobrevida igual à vacinação”, completou o chefe da unidade de terapia intensiva do Emílio Ribas, Jaques Sztajnbok, na mesma ocasião.

Os médicos também ressaltaram a importância de todas as pessoas que podem tomar a vacina completarem as duas doses e, se forem profissionais da saúde ou idosos, tomarem a dose de reforço para potencializar a imunidade contra a Covid-19.

Matéria publicada pelo Instituto Butantan destaca que os números do levantamento do Emílio Ribas se alinham a outras pesquisas que vêm sendo publicadas nos últimos tempos e mostram a eficácia da vacinação para a diminuição dos números de casos sintomáticos e óbitos. Todas as vacinas aprovadas para uso no Brasil se mostraram eficazes nos testes clínicos e estão apresentando alta efetividade no mundo real. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*