Procurar Notícia


Simone Biles é bronze na trave, e Flávia Saraiva fica fora do pódio

O largo sorriso no rosto parecia ignorar os dias difíceis até ali. Ao competir na trave, Simone Biles quis deixar para trás qualquer pressão e decidiu se divertir. Nem mesmo os leves desequilíbrios a impediram de deixar as Olimpíadas de Tóquio com mais uma medalha.

A nota, 14,000 pontos cravados, deixou a americana com o bronze. Também na final, a brasileira Flávia Saraiva ficou em sétimo lugar, longe do pódio, que teve dobradinha chinesa. Guan Chenchen e Tang Xijing foram ouro e e prata, respectivamente.

Em Tóquio, Simone havia conquistado apenas a prata por equipes, como reserva. Nos últimos dias, havia dito que seu corpo e mente não estavam em sintonia. Por conta disso, ficou fora das finais do individual geral, do salto, das barras assimétricas e do solo para cuidar da saúde mental. Ela foi confirmada na final da trave apenas na segunda-feira. A USA Gymnastics (Federação de Ginástica dos EUA) divulgou a participação da americana na disputa por medalha da trave. Após ficar fora das finais do individual geral, do salto, das barras assimétricas e do solo para cuidar da saúde mental, a atleta voltou a competir nos Jogos.

Simone atraiu a atenção de muitos atletas, inclusive de outras modalidades. Mesmo sem torcida por causa da pandemia do coronavírus, muita gente viu de perto a estrela da ginástica voltar a se apresentar. O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, também estava presente e conversou com a americana depois da prova.


0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*