Procurar Notícia


Operação que desarticulou quadrilha responsável por fraude de R$ 31 milhões no INSS deve continuar

O delegado da Polícia Federal, Marcelo Andrade Siqueira, concedeu entrevista coletiva para detalhar a Operação Senha Forte, realizada nesta quarta-feira (23), que desarticulou uma quadrilha responsável por fraudar mais de R$ 31 milhões em benefícios previdenciários na Bahia e em outros estados.

Segundo o delegado, “foram cumrpidas três medidas de prisâo temporária e três de busca e apreensão emitidas pela Justiça Federal em Feira de Santana” por causa de “inserção de dados falsos” no sistema do INSS, o que viabilizada saques de benefícios indevidos.

Ainda de acordo com Siqueira, a “apreensão de materiais eletrônicos, que serão periciados” deverá dar origem a outras fases da operação, onde deverão ser identificados outros envolvidos nas fraudes.

“Um dos investigados que teve medida cumprida hoje tem relação natural com uma pessoa da Bahia, da cidade de Ilhéus. A gente acredita que esse vínculo levou ele a arregimentar outras pessoas no estado da Bahia”, disse o delegado, que não descarta participação de pessoas em outros estados brasileiros.

“Essa fraude está acontecendo no Brasil todo. A gente tem informações de fraudes semelhantes a essas investigadas, que deram prejuízo de R$ 31 milhões e mais de 100 benefícios”, completou.

Sobre o modus operandi, o delegado da PF afirmou que os suspeitos “se utilizavam de senhas de servidores do INSS lotados em diversos estados. Esses servidores, a princípio, não tinham conhecimento e não estão envolvidos na fraude. As investigações continuam pra chegarmos à informação de como esses grupos criminosos tinham acesso a essas senhas sem o conhecimento dos servidores”. (BNews)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*