Procurar Notícia

O que é bom para pressão baixa? Nutrólogo dá dicas para acertar na dieta

Quem tem pressão baixa sabe que os cuidados com a alimentação devem ser redobrados. Afinal, caso o organismo fique desidratado ou com deficiência de nutrientes, é possível que surjam sintomas característicos desse tipo de problema – como tontura, fraqueza, vertigem, palidez e dor de cabeça. Por isso, é muito importante ter um estilo de vida saudável, com uma boa dieta e a prática de exercícios físicos. Para saber mais sobre o assunto, nós conversamos com o nutrólogo Fernando Cerqueira, que falou mais sobre o que é bom para pressão baixa e quais atitudes imediatas devem ser tomadas diante de alguns sintomas.
O que fazer quando a pressão está baixa?

Quando a pressão cai bruscamente, é muito importante saber o que fazer para reverter o quadro e evitar sintomas indesejados. E, ao contrário do que muita gente pensa, colocar sal debaixo da língua não é considerado o melhor método para solucionar o problema. De acordo com o nutrólogo, posicionar a pessoa de forma confortável é um ponto fundamental: “Recomendo deitar a pessoa e elevar as pernas utilizando algumas almofadas ou travesseiros. Além disso, pode oferecer líquidos – como, por exemplo, suco de laranja, por conter boa quantidade de glicose”, sugere o médico.

vale destacar, ainda, que andar sempre com alimentos específicos na bolsa pode ajudar bastante em algumas situações. O médico dá algumas dicas de como uma pessoa com pressão baixa deve agir ao se sentir fraca: “É imprescindível ter à disposição algum alimento de rápido consumo – como, por exemplo, uma barra de proteína ou castanhas. Então a dica é: quando a pessoa sentir algum mal-estar, basta ingerir o alimento imediatamente e não mudar de postura bruscamente”, complementa o especialista.
Quais são os principais alimentos para pressão baixa?

Você sabia que existem alimentos indicados para quem tem pressão baixa? Isso porque determinados nutrientes têm ação termogênica – isto é, aceleram o metabolismo e, consequentemente, a circulação sanguínea – e também ajudam a manter o organismo hidratado, o que evita possíveis crises de pressão baixa. O nutrólogo Fernando Cerqueira dá algumas dicas para montar uma dieta apropriada:

“O consumo de alimentos ricos em vitamina B (piridoxina), como as castanhas em geral (nozes, avelãs) e café, que é uma fonte termogênica, ajuda a não ter episódios de quedas de pressão. Vale salientar que o alecrim também é benéfico para a circulação sanguínea”, recomenda o especialista.

Para evitar quedas de pressão, além de beber bastante água e líquidos ricos em vitaminas (para evitar a desidratação), também é recomendável fazer uma dieta com alimentos que melhoram a circulação sanguínea. Os principais exemplos são:

– Salmão

– Atum

– Nozes

– Tomate

– Laranja

– Limão

– Kiwi

– Mamão

– Gengibre

– Sementes de chia

– Alho

– Cebola

* Fernando Cerqueira é nutrólogo pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) e membro da Sociedade Brasileira de Estudos da Fisiologia (Sobraf) (Conquiste sua Vida)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*