Procurar Notícia


Mandetta rebate Guedes sobre compra de vacinas: ‘Desonesto e mentiroso’

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, rebateu as acusações do ministro da Economia, Paulo Guedes, lançando para o ex-gestor a responsabilidade sobre o atraso de compras de vacina no Brasil. Em abril, como referenciou Guedes, ainda não havia imunizantes contra a Covid-19 em humanos.

“Desonesto e mentiroso. Negacionismo do governo mata pessoas e empresas. CPI já! Mais postos de saúde e menos posto Ipiranga”, escreveu Mandetta no Twitter.

“”É inacredtável que o homem responsável pela economia do país esteja criando uma narrativa mentirosa para disfarçar a própria incompetência, dele e do governo do qual faz parte”, segue Mandetta.

À CNN, Guedes disse que “a entrega da vacina não está atrasada só agora, não. No primeiro dia, Mandetta saiu com R$ 5 bilhões no bolso. É desde aquela época que deveríamos estar comprando vacina, não é mesmo? O dinheiro estava lá”.

Segundo Mandetta, o montante a que Guedes se refere foram destinados à compra de 15 mil leitos de CTI (Centro de Terapia Intensiva) e equipamentos de proteção individual, como máscaras, e testes “que o governo não usou e deixou vencer”. (Bahia Notícias)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*