Procurar Notícia


Bahia projeta perda de R$ 63 mi em receitas em 2021 caso caia de divisão

A um ponto da zona de rebaixamento, faltando duas rodadas para o fim da Série A, o Bahia projeta uma perda de receita R$ 63 milhões caso a equipe de Dado Cavalcanti não consiga evitar a queda. Os números foram apresentados na segunda-feira (15), à noite, em reunião do Conselho Deliberativo do clube. Caso permaneça na mesma divisão, o time baiano estima uma receita de R$ 171 milhões este ano. Na hipótese de ir para a Série B, o clube espera uma arrecadação de R$ 108 milhões.

Nos dois cenários, parte desta receita – entre R$ 15 milhões e R$ 22 milhões – se refere a direitos de televisão do Brasileiro de 2020, que será finalizado agora em fevereiro.

A conta com uma eventual queda será paga pelo próprio futebol profissional. Na elite, o Bahia pretende aplicar até R$ 107 milhões no elenco do time principal, recurso que cai para R$ 64 milhões se a competição for a segundona. Em 2020, o orçamento do clube foi de R$ 171 milhões, mas a receita realizada ficou em R$ 137 milhões em decorrência, principalmente, da pandemia de Covid-19.

O orçamento foi debatido em fevereiro, antes do término da temporada, por determinação do estatuto. O atual presidente, Guilherme Bellintani, foi reeleito em dezembro, e deve apresentar o plano de gestão ao conselho em até 60 dias depois de empossado. (bahia.ba)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*