Procurar Notícia

Custos de planos de saúde crescem 4 vezes mais que a inflação em 2020

Dados revelam que o reajuste dos planos de Saúde neste ano foi quatro vezes maior do que a inflação.

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, enquanto entre janeiro e outubro o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 2,2%, o aumento autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para o setor foi de 8,14%.

A ANS é a responsável pelo controle dos reajustes.

Esse percentual de 8% foi aplicado aos planos individuais e familiares contratados a partir de janeiro de 1999 ou adaptados à lei nº 9.656/98, traz a matéria.

Em agosto a agência chegou a suspender o reajuste de parte dos convênios. A medida foi justificada sob o argumento da pandemia. Os planos de saúde que já tinham aumentado seus valores tiveram reajustes suspensos.

A matéria lembra que a ação surtiu efeito no IPCA, mas a conta vai chegar para o cidadão. Isso porquê a medida vale apenas até este mês.

Advogado consultado pela reportagem, Rafael Robba destaca que “Essa determinação não resolveu o problema, só adiou. Em janeiro, o consumidor vai ter que pagar a dívida”.

Procurada pela reportagem, a agência ressalta que tecnicamente não é correto comparar reajuste de plano de saúde com a inflação. O argumento apresentado é de que o aumento dos planos considera índices de valor do próprio setor. Ainda conforme a reportagem, a entidade também afirmou que como ocorre em outros países, os preços dos serviços de saúde tendem a crescer acima da média dos demais preços da economia.(Bahia Notícias)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*