Procurar Notícia

Mãe de Kim Kardashian é acusada de assédio sexual por segurança

A socialite Kris Jenner está sendo processada por seu exsegurança, Marc McWilliams, por assédio sexual.
O antigo funcionário, que trabalhou para a família em 2017, acusa a empresária de “investidas sexuais indesejadas e outras situações de assédio”.

Em entrevista ao TMZ, o rapaz contou que Kris fazia comentários de cunho sexual sobre sua aparência física e sua vida sexual e que costumava fazer massagens em seus ombros, pescoço e braços sem consentimento.

O tabloide norte-americano afirma que a mãe de Kim Kardashian deixava a mão esbarrar nas coxas e virilha do rapaz, além de mostrar partes de seu corpo para ele.

Ainda de acordo com o TMZ, a empresária fazia “comentários sugestivos, sexuais, sexistas, racistas, homofóbicos e num geral discriminatórios para ele e seus colegas de trabalho”. O ex-segurança contou que chegou a reclamar com o RH da empresa para a qual trabalhava, mas foi ignorado.

Kris Jenner, por meio dos advogados, negou as acusações feitas por Marc. Em contato com o TMZ, Marty Singer, representante da matriarca da família Kardashian, disse que o funcionário foi pego por diversas vezes dormindo no local de trabalho e que eles tiveram poucas interações.

“Kris nega categoricamente ter algum dia agido de forma inapropriada com Marc McWilliams. O segurança trabalhava na área externa da casa e nunca nem entrou na casa de Kris. Ela teve pouquíssima interação com ele. Depois que o segurança foi pego repetidas vezes dormindo em seu carro durante o trabalho, foi solicitado à empresa de segurança que ele não fosse mais mandado para trabalhar no local. O segurança nunca fez nenhum tipo de reclamação contra Kris para seus empregadores antes de surgir com essa acusação ridícula”. (Bahia.Ba)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*