Procurar Notícia

MP ouve gestores e e ex-gestores da Ricardo Eletro sobre sonegação fiscal

O Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes contra a Ordem Tributária, Econômica, as Relações de Consumo, a Economia Popular e os Conexos (Gaesf), do Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA), ouviu ontem, ouviu ontem,, dia 3, os depoimentos de gestores e ex gestores da Comércio Varejista e da Máquina de Vendas Brasil Participações, empresas controladores do grupo empresarial detentor da marca Ricardo Eletro.

As oitivas fazem parte da instrução do procedimento investigatório criminal instaurado pelo Gaesf para apurar a prática de sonegação fiscal que gerou prejuízo equivalente a mais de R$ 58 milhões de reais em débitos de ICMS declarados e não repassados ao Fisco Estadual.

As oitivas integradas são uma ação estratégica do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), colegiado que reúne o Ministério Público estadual, a Procuradoria Geral do Estado (PGE), o Tribunal de Justiça do Estado (TJ) e as secretarias estaduais da Fazenda, da Administração e da Segurança Pública. Avideoconferência para a colheita dos depoimentos contou com a participação dos promotores de Justiça integrantes do Gaesf, Anderson Freitas de Cerqueira, Alex Santana Neves, Cláudio Jenner de Moura, Hugo Casciano de Santana, Inocêncio de Carvalho Santana e Vanezza Bastos Rossi. Participaram também os procuradores do Estado Leôncio Ogando Dacal e Hanna Maia Tavares e a inspetora da Secretaria da Fazenda (Sefaz), Sheilla Cavalcante Meirelles. (MP-Ba)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*