Procurar Notícia

Queiroz financiou apartamento na Caixa três meses antes de pagar R$ 133 mil em dinheiro vivo por cirurgia

O ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, recorreu a um empréstimo junto a Caixa Econômica Federal para comprar o apartamento onde hoje cumpre prisão domiciliar, no Rio de Janeiro. O procedimento bancário aconteceu três meses antes dele pagar uma cirurgia ao Hospital Albert Einstein, no valor de R$ 133 mil em dinheiro vivo, de acordo com a coluna da Bela Megale, do O GLOBO. 

O valor do financiamento foi de R$ 285.520,00. Documentos comprovam que desse total, Queiroz deu uma entrada de R$ 71.380,00. Porém, não há como saber como o montante foi pago, já que o dado aparece na escritura como “instrumento particular”.
Ainda de acordo com a coluna, o MP encontrou uma agenda de Marcia Aguiar, mulher de Queiroz, com anotações sobre gastos da cirurgia e da viagem para SP, em um total de R$ 174 mil, identificado por ela como “dinheiro recebido”. Os valores seguem com a origem desconhecida.

A investigação da rachadinha, que mira Queiroz e o senador Flávio Bolsonaro, mostrou que a circulação de dinheiro na conta do ex-assessor parlamentar era alta. O Ministério Público do Rio identificou 483 depósitos de pelo menos 13 ex-assessores na conta bancária de Queiroz, por transferência, cheque ou dinheiro em espécie, num total de R$ 2 milhões. (BNews)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*