Procurar Notícia

Paulo Guedes ameaça deixar governo se Bolsonaro recuar na agenda de reformas

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que tem a intenção de permanecer no cargo até o fim da gestão do presidente Jair Bolsonaro, mas deixaria a pasta caso o chefe do Executivo ou o Congresso comece a barrar as reformas pretendidas por ele. 

“Se o presidente desistir da agenda, se o Congresso interditar a agenda, eu não tenho o que fazer; tenho que ir embora para casa”, afirmou Guedes na Expert XP, evento online realizado pela XP Investimentos. 

Caso consiga trabalhar da forma pretendida ´por ele, no entanto, o ministro disse que só deixa a Economia se for obrigado. “Eu só saio abatido à bala; removido à força. Enquanto houver essa agenda [reformista] a ser perseguida, eu estou aqui”, afirmou. (Metro1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*