Procurar Notícia

Corante alimentício faz mal? Saiba se é saudável usá-lo no preparo de receitas

Presente em diversos sorvetes, biscoitos, iogurtes, sucos em pó e outros alimentos industrializados, o corante alimentício é uma substância que gera bastante polêmica – afinal, ele pode causar reações alérgicas em muitas pessoas. E, além de estar presente em diferentes alimentos processados, o corante artificial também costuma ser usado no preparo de bolos, cupcakes e outros docinhos de festa. Por isso, quem é alérgico à substância precisa tomar muitos cuidados com a alimentação.

Vale destacar, no entanto, que também existem opções de corantes naturais (como o colorau) que são ricos em antioxidantes e não costumam fazer mal ao organismo. Para realmente entender se o corante alimentício faz mal (ou não) à saúde, nós conversamos com a nutricionista Giovana Morbi, que esclareceu pontos importantes sobre o assunto. Confira!

Corantes artificiais podem não ser reconhecidos pelo nosso organismo, causando sintomas de alergia ou intolerância alimentar

Afinal, será que podemos afirmar que o corante alimentício realmente faz mal ao organismo? De acordo com a nutricionista Giovana Morbi, substâncias artificiais (como alguns corantes) sempre representam um risco à saúde, mas tudo depende de como cada organismo reage à substância. Enquanto algumas pessoas reagem bem à alimentação com corantes alimentícios, outras podem acabar desenvolvendo reações alérgicas, por exemplo.

“Os corantes alimentícios são feitos com substâncias químicas. Por esse motivo, o corpo não sabe como metabolizá-los. Esse ‘não reconhecimento’ da substância pode acabar acionando o nosso sistema imunológico. Nesse caso, pode haver sim alergia ou intolerância a corantes e uma série de sintomas relacionados que podem variar – como dor de cabeça ou hiperatividade em crianças. Muitos estudos mostram que os corantes estão diretamente associados aos casos de hiperatividade na infância. Além disso, podem haver problemas de pele, como erupção cutânea e inchaço”, explica a profissional.
Use alimentos coloridos, como beterraba e cúrcuma, para substituir os corantes artificiais

Apesar de o corante alimentício nem sempre ser maléfico para o organismo, o ideal é buscar alternativas naturais para colorir os bolos e cupcakes caseiros e, assim, tornar as receitas mais nutritivas. De acordo com a nutricionista, existem alguns vegetais e especiarias saudáveis (ricas em antioxidantes, fibras, vitaminas e minerais) que podem ser usados como corantes naturais. “Para substituir os corantes alimentícios artificiais, uma boa dica é usar alimentos coloridos, como beterraba (que tem um corante natural), abóbora, cúrcuma e diversos outros alimentos coloridos que tendem a soltar o pigmento”, finaliza a nutricionista. (conquistesuavida)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*