Procurar Notícia

Ufba oferece vagas através do Sisu 2020.2; veja como concorrer

Mesmo com as atividades paralisadas por conta da pandemia de coronavírus, a Universidade Federal da Bahia anunciou a abertura de 1.532 vagas em 37 opções de curso de graduação, que estarão disponíveis através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020.2.

Para participar do processo seletivo, o candidato deve ter se submetido às provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019, e manifestar seu interesse por meio do Portal do Sisu, no período a ser divulgado pelo Ministério de Educação. As inscrições estão previstas entre os dias 16 e 19 de junho deste ano, no site www.sisu.mec.gov.br.

Ao se inscrever no processo seletivo, o candidato deverá especificar: I. em ordem de preferência, as suas opções de curso e turno; II. a modalidade de concorrência, podendo optar por concorrer: a) às vagas reservadas em decorrência do disposto na Lei nº. 12.711, de 29 de agosto de 2012, observada a regulamentação em vigor; b) às vagas destinadas à ampla concorrência.

Segundo o site da instituição, os candidatos aprovados no Sisu 2020.2 serão chamados e deverão efetuar a primeira etapa da matrícula, on-line. A matrícula presencial será realizada no prazo devido, que será divulgado após o retorno da universidade às atividades normais.

A partir do primeiro semestre deste ano, a Ufba passou a adotar somente o CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais, instrumento do Governo Federal que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda) para a análise de renda dos candidatos que optarem pelas cotas de renda.

Com isso, não será mais necessária a entrega do conjunto de documentos comprobatórios de renda do candidato exigidos em anos anteriores, apenas será necessário o CadÚnico. Os candidatos que não possuírem esse cadastro não poderão se inscrever no Sisu utilizando as modalidades de cotas por renda per capita.

Em breve será publicado edital e demais informações para 2020.2 no site ingresso.ufba.br.

Como se inscrever no CadÚnico
O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele são registradas informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras.

A execução do Cad Único é de responsabilidade compartilhada entre o governo federal, os estados, os municípios e o Distrito Federal. Em nível federal, o Ministério da Cidadania é o gestor responsável, e a Caixa Econômica Federal é o agente operador que mantém o Sistema de Cadastro Único.

A família que se enquadra no perfil do programa e ainda não está inscrita no Cadastro Único pode procurar um CRAS – Centro de Referência em Assistência Social no município e solicitar o cadastramento. Clique aqui para mais informações. (Correio)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*