Procurar Notícia

Cartórios baianos registram mais de 230 transferências de bens durante pandemia

Os cartórios de notas baianos já registraram 235 atos de transferência de bens durante a pandemia. Idosos, profissionais de saúde e jovens que fazem parte do grupo de risco são os que mais têm buscado pelos serviços de testamento, inventários, partilhas e escrituras de doação.

O Colégio Notarial do Brasil – Seção Bahia (CNB-BA) atribui a procura ao planejamento familiar, para que os bens sejam encaminhados e suas vontades sejam cumpridas, em caso de morte.

“Temos recebido diversas demandas de planejamento sucessório, o que proporciona segurança aos familiares sucessores de receberem bens e direitos conforme a vontade do testador/doador. Além de simples e econômico, o planejamento sucessório evita discussões e brigas familiares. Representa um ato de proteção do patrimônio constituído e, muitas vezes, do futuro da união da própria família”, destaca o presidente do CNB-BA, Giovani Ginellini.

O estado de pandemia do novo coronavírus foi declarado no último dia 11 de março, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nesse período, a Bahia já registrou 14,2 mil casos de Covid-19 e 477 óbitos decorrentes da doença. (bahia.ba)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*