Procurar Notícia

Delegado é suspeito de matar a esposa e enteada a tiros, em Curitiba

Um delegado é suspeito de matar a esposa e a enteada a tiros, em Curitiba, no fim da noite de quarta-feira (4), de acordo com a Polícia Civil. Ele foi preso em flagrante.

A esposa dele era policial civil. Maritza Guimarães de Souza tinha 41 anos, e a filha dela 16. A garota se chamava Ana Carolina de Souza. Conforme a Polícia Civil, Maritza era escrivã.

A filha do casal, de nove anos, estava dormindo. Depois do crime, o suspeito levou a filha para a casa de um vizinho.

A produção da RPC apurou que o suspeito é o delegado Erik Busetti. Atualmente, ainda segundo a apuração da RPC, o delegado estava lotado na Delegacia do Adolescente.

Até janeiro de 2019, Busetti estava à frente do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria).
Feminicídio

O advogado Cláudio Dalledone, que faz a defesa do delegado, disse que Busetti foi autuado em flagrante por feminicídio.

“É uma tragédia, a qual infelizmente nós seres humanos estamos sujeitos. Não se tem nada de positivo para falar de tudo o que aconteceu”, afirmou Dalledone.

Atuba

O caso aconteceu por volta das 23h30. Quando o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) chegou ao local, as vítimas já estavam mortas.

O delegado se rendeu quando a polícia chegou ao local. O crime foi registrado na casa da família, no bairro Atuba.

No início da manhã desta quinta-feira (5), de acordo com a Polícia Civil, o delegado foi interrogado. Ele ficou calado. (G1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*