Procurar Notícia

Leite materno é eficaz no combate a doenças

O leite materno, essencial para o desenvolvimento de um bebê, pode se adaptar de acordo com a necessidade da criança. A afirmação é da pediatra Lúcia Maria Almeida Santana, de 72 anos. A médica, que trabalha na Maternidade José Maria de Magalhães Neto, no Pau Miúdo, conta que uma mãe é capaz de produzir anticorpos, além do que o seu organismo já produz, para ajudar na recuperação do filho, caso este esteja doente. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o leite humano é imprescindível até, pelo menos, os seis primeiros meses de vida. Porém, algumas mães substituem este alimento pelo industrializado. Conforme a pediatra, muitas vezes, desestimuladas e atarefadas, as mães negligenciam a amamentação. "O leite materno é o alimento mais precioso que temos. Evita a desnutrição, doenças respiratórias como a pneumonia, doenças de pele, além de contribuir no cognitivo da criança", explicou. Segundo Lúcia Maria Almeida Santana, o retorno ao trabalho é um dos fatores que atrapalham na perseverança do aleitamento. "Os donos de empresas precisam criar salas estruturadas com pias e refrigeradores para que as mães retirem o leite e mantenham a amamentação", falou. "O aleitamento na primeira hora após o parto ajuda no retorno do útero ao tamanho de origem, além de evitar a anemia", contou a médica. Câncer de mama, de ovário e de endométrio também são evitados pela amamentação. (Atarde)

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*