Procurar Notícia

Suzane von Richthofen vai à Justiça para impedir publicação de livro

Condenada e presa pela morte dos pais, em 2002, Suzane von Richthofen entrou com ação na Justiça contra a editora Contexto e o jornalista Ulisses Campbell para tentar barrar a publicação de um livro sobre ela, que tem lançamento previsto para 2020.

De acordo com a Veja, Suzane alega na ação que não autorizou e repudia o livro “Suzane – Crime e Punição”. Ela diz ainda que esta pagando pelo crime que cometeu e tem o direito ao esquecimento, o que é necessário para que possa continuar com sua vida.

A juiza Larissa Tunala, da comarca de Angatuba, indeferiu um pedido de liminar no caso. Suzane vai recorrer.

Além do livro, a morte de Manfred e Marísia von Richthofen será tema também de dois filmes no ano que vem – um sob ponto de vista de Suzane e outro do namorado dela à época do crime, Daniel Cravinhos. 

“A Menina que Matou os Pais” trará Carla Dias como Suzane. O filme vai narrar a história a partir do primeiro encontro entre Suzane e Daniel, em 1999, até a condenação em 2006. Tudo será narrado do ponto de vista de Suzane. Já “O Menino que Matou Meus Pais” trará a perspectiva de Daniel, vivido por Leonardo Bittencourt.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*