Procurar Notícia

Por que a falta de higiene da boca pode causar demência

Especialistas indicam que a má saúde bucal pode provocar redução na qualidade de vida e aumento no risco de depressão e pressão alta. Agora, novo estudo indica que o baixo cuidado com a higiene dos dentes pode estar relacionado a problemas cognitivos – um fator de risco para o desenvolvimento de demência.

Pesquisa publicada na revista Science Advances, descobriu que uma infecção bucal causada pela bactéria Porphyromonas gingivalis pode levar a maior produção de beta-amiloide — proteína que se acumula no cérebro de pacientes com Alzheimer. Essa bactéria é encontrada na boca e costuma se proliferar mais facilmente por causa da má higiene.

“O nosso estudo serve como uma chamada à ação para que os formuladores de políticas públicas desenvolvam programas que visem melhorar os serviços de atendimento odontológico e preventivo de saúde bucal para as população de alto risco. Assim, podemos melhorar problemas de saúde bucal e, consequentemente, reduzir um fator de risco para o declínio cognitivo“, comentou Darina Petrovsky, principal autora da nova pesquisa, em comunicado. 

Outra pesquisa, publicada no periódico Journal of the American Geriatrics Society, indica ainda que o stress pode fazer com que as pessoas acima de 60 anos estejam mais propensas a sofrer com xerostomia – problema caracterizado pela secura extrema da boca. Os pesquisadores alertaram também que esse sintoma está associado a doenças como diabetes e problemas cardíacos.

“Nossa descoberta demonstra a importância de estudar a ligação entre stress e boca seca nas populações vulneráveis”, salientou XinQi Dong, da Rutgers University, nos Estados Unidos, em comunicado. Estudos anteriores já haviam relacionado a má higiene bucal ao maior risco de declínio cognitivo e Alzheimer.
O estudo

Para chegar a esta conclusão, a equipe analisou dados de 2.713 idosos sino-americanos (descendentes de chineses) acima dos 60 anos. Na avaliação, os pesquisadores avaliaram a saúde bucal, incluindo manifestação de doenças e dores, além de verificar a capacidade cognitiva.

Os resultados mostraram que 47,8% dos participantes relataram sintomas relacionados à boca – os cientistas verificaram que a maioria dos idosos dentro desse espectro experimentou declínio cognitivo e problemas de memória. A análise indicou ainda que 25,5% dos voluntários relataram sintomas de boca seca; em alguns casos foi possível perceber uma relação entre o stress e a maior manifestação do problema.
Como cuidar da boca

Alguns cuidados simples são o bastante para garantir um boa higiene bucal. Especialistas indicam que as pessoas devem escovar os dentes três vezes por dia (ou depois de cada refeição), sem esquecer de escovar a língua. É importante usar o fio dental para retirar a sujeira que a escova de dente não foi capaz de alcançar e usar o enxaguante bucal. Outra dica importante é procurar o dentista pelo menos uma vez por ano para fazer uma avaliação geral. (Veja)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*