Procurar Notícia

Saiba como envelhecer com saúde

Com o aumento da expectativa e da qualidade de vida, envelhecer trouxe novos significados para a nossa rotina. De acordo com o IBGE, um em cada quatro brasileiros será idoso em 2060. Por isso, algumas práticas podem ser adotadas para envelhecer bem e com saúde, o que, de acordo com a médica integrativa do Instituto Chronos Juliana Hardman, “não implica apenas em não ter doenças, e sim em manter o equilíbrio físico, psicológico e social a partir de alguns cuidados específicos, tanto para os homens quanto para as mulheres”.

O processo de disfunção celular que leva ao envelhecimento se inicia entre os 18 e os 22 anos de idade, explica Juliana. “A partir daí, as células perdem, cada vez mais, sua capacidade de se renovar de forma perfeita. Isso ocorre porque a telomerase, enzima presente nas células-tronco humanas, perde a capacidade de renovação celular”. Este processo, no entanto, não está associado apenas à idade mas, também, aos hábitos de vida de cada um. “É por isso que podemos encontrar irmãos gêmeos univitelinos com estilos de vida e aparência diferentes, um com a idade biológica (metabólica) melhor que o outro. Essa fato se explica pela epigenética, que mostra, através de evidências científicas, que hábitos da vida e o ambiente social em que uma pessoa está inserida podem modificar o funcionamento de seus genes”, destaca.

Em geral, os primeiros sinais de envelhecimento celular se manifestam na pele. “É o órgão que mais reflete os efeitos da passagem do tempo”, explica a dermatologista Mirella Pelissari, também do Instituto Chronos. “Fisiologicamente, o envelhecimento está associado à perda de tecido fibroso, dos coxins de gordura e até mesmo o remodelamento ósseo. Além da taxa mais lenta de renovação celular e à redução da rede vascular e glandular. A função de barreira que mantém a hidratação celular também fica prejudicada. Dependendo da genética e do estilo de vida, as funções fisiológicas normais da pele podem diminuir em 50% até a meia-idade”, e a queda da produção do colágeno após 30 anos é nítida, comenta.Leia mais...

A saúde e a aparência da pele, assim como os outros órgãos, estão diretamente relacionadas aos hábitos alimentares e ao estilo de vida. Fatores como, radiação ultravioleta, excesso de consumo de álcool, abuso de tabaco e a poluição ambiental, entre outros, aceleram o trabalho do relógio biológico provocando o envelhecimento precoce. “Além disso, o aumento do peso corporal e dos níveis de açúcar no sangue também colaboram para a pele envelhecer antes do tempo”, explica a dermatologista.

Para retardar o envelhecimento celular, proporcionar um envelhecimento saudável e manter a autoestima e o bem-estar, algumas práticas e tratamentos da medicina integrativa podem ser aliados, visando o cuidado interno e externo. “É importante lembrar que o envelhecimento afeta nossa biologia interna antes que apareça do lado de fora”, comenta Juliana. “Por isso, ter hábitos de vida saudáveis é a melhor maneira para retardar o envelhecimento. Além disso, uso de suplementos como vitamina D, resveratrol, chá verde, entre outros, podem atuar nas nas telomerases de forma positiva”. Já para evitar o envelhecimento precoce da pele, Mirella destaca que prevenção é fundamental. “Em paralelo, os tratamentos combinadosa laser com bioestimuladores de colágenos e ácido hialurônicoinjetaveis são ótimas opção para o rejuvenescimento facial e corporal, já que atendem à maioria dos problemas que mais afetam a autoestima, como manchas, flacidez, cicatriz de acne, melasma, linhas de expressão, olheiras, poros dilatados, ou seja, melhora significativamente a qualidade da pele”.

As médicas separaram algumas dicas e práticas que podem auxiliar um envelhecimento saudável do corpo:

Tratamentos estéticos

O passo mais importante para cuidar da pele é manter a hidratação diariamente, “hábito que deve ser adotado desde cedo”, destaca Mirella Pelissari. No Instituto Chronos, são realizados diversos procedimentos estéticos, como toxina botulínica “Botox”, prenchedores com ácido hialurônico injetáveis, bioestimuladores de colágeno, além de tratamentos à base de ácidos clareadores e renovadores, como o ácido retinóico, conhecido por clarear manchas, suavizar rugas e imperfeições e estimular a produção de colágeno, retardando o envelhecimento da pele. Através da plataforma de laser, é possível ainda realizar estímulo de colágeno, peeling, tratamento de cicatriz, manchas, estrias, flacidez da face e papada e rugas finas. Outra opção do uso de ácidohialurônico em um procedimento que promove uma melhora da qualidade da pele através de uma hidratação profunda, chamado de Skinbooster.

Alimentação

Juliana Hardman explica que, para evitar o envelhecimento precoce, a alimentação deve ser a sua maior aliada. “Optar por alimentos antioxidantes, gorduras saudáveis, minerais, vitaminas e fitonutrientes é fundamental”. Entre os alimentos antioxidantes, a médica integrativa destaca fígado de boi, couve, brócolis, couve de bruxelas, alho, maçã, chocolate amargo, batata-doce, além de alimentos ricos em vitamina C e E. Peixes gordos ricos em ômega-3 e vitamina D. “De qualquer forma, é preciso focar de forma individual nas principais carências nutricionais para repor o que é necessário por alimentação de preferência e, se não for suficiente, através de suplementação indicada”.

Exercícios físicos

Para ajudar no processo de envelhecimento, alguns exercícios regulares que desenvolvem força, estimulam o equilíbrio e contribuem para a flexibilidade do corpo são os mais indicados. “Com o envelhecimento precisamos nos atentar ao risco de sarcopenia, que é a perda progressiva de massa muscular progressiva”, explica Juliana. Caminhadas acompanhadas de alongamentos, natação e hidroginástica, musculação, yoga e pilates são bastante recomendados, basta escolher uma que melhor se adapte à rotina e à necessidade de cada indivíduo.

Dormir bem

Ter uma boa noite de sono é fundamental para evitar o envelhecimento precoce e garantir uma vida com mais bem-estar e saúde, em qualquer idade. Manter a qualidade do sono ajuda a prevenir doenças do coração, combate a obesidade, reduz as chances de desenvolver depressão, deixa a memória mais aguçada e ainda reduz os níveis de estresse, melhorando o humor.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*