Procurar Notícia

Médicos do Hospital Regional de Juazeiro entram em greve por atrasos no pagamento dos salários

Médicos do Hospital Regional de Juazeiro, cidade no norte da Bahia, entraram em greve nesta quinta-feira (4). De acordo com a categoria, a atividades foram paralisadas por conta de atrasos no pagamento dos salários e de condições precárias de trabalho. É a segunda paralisação no hospital neste ano. A unidade faz parte da rede de saúde que abrange a Bahia e Pernambuco, atendendo a 53 cidades dos dois estados.

Além dos médicos, outros profissionais da saúde, como psicólogos, enfermeiros e fisioterapeutas também estão sem receber salários há dois meses. Os profissionais continuam trabalhando, mas estão enfrentando dificuldades.

“Atualmente, nós recebemos o salário de abril. Trabalhamos maio sem receber. Trabalhamos junho agora que encerrou. Estamos agora no início de julho, e sem nem previsão de quando vamos receber”, disse um funcionário que não quis se identificar.

A greve afeta as pessoas que chegam ao hospital em busca de atendimento, mas não conseguem. Uma delas é a aposentada Maria Senhora da Conceição. Ela chegou à unidade sentindo fortes dores no abdômen e nas costas, mas não conseguiu ser atendida.

“Não consegui. A menina foi lá e falou com o médico, o médico mandou que eu fosse para a UPA [Unidade de Pronto Atendimento]. Nem olhar para mim, ele olhou. Não mandou nem eu ir lá [na sala de atendimento]”, disse a aposentada.

A assistência também não é fornecida para pacientes que já estão internados no hospital. A irmã da pescadora Maria Aparecida Silva está no hospital há três meses, aguardando uma cirurgia na vesícula.

“O nosso medo é esse, não saber se essa cirurgia que ela está na espera, na expectativa, vai ser prejudicada”, questionou Maria Aparecida.

Em nota, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que paga regularmente a Associação de Proteção à Maternidade e Infância de Castro Alves, que faz a gestão do hospital.

Segundo a Sesab, nesta quinta-feira (4) regional de juazeiro foi feito hoje um pagamento de quase R$3,6 milhões para a entidade. A secretaria disse ainda que o hospital está funcionando normalmente.

A equipe da TV Bahia tentou contato com a associação responsável pela gestão do hospital, mas não obteve retorno. (G1/BA)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*