Procurar Notícia

Benefícios da caminhada no combate ao sedentarismo e às doenças cardiovasculares

O combate ao sedentarismo é hoje o grande foco da medicina preventiva, mas os demais fatores de risco têm seu peso no surgimento das doenças cardiovasculares. Há mais de 30 anos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu que a caminhada simples é o mais fácil elemento de combate à vida sedentária por não necessitar de equipamentos especiais nem treinamentos e poder ser realizada sem custos excessivos. Basta que a pessoa possa andar.

E não é que em 2015 os norte americanos, por meio de um questionário, resolveram analisar os dados de quase 30 mil pessoas? Serviram de base quaisquer caminhadas, de transporte e de lazer. Também foi registrada a presença de doenças cardiovasculares (DCV), da seguinte maneira: sem DCV; ou com fatores de risco para DCV, como sobrepeso mais um fator adicional, como diabete ou colesterol alto ou hipertensão arterial.

Os resultados mostraram que os voluntários que tinham mais fatores de risco para as doenças cardiovasculares eram os sedentários. No grupo estudado, foi constatado que dois terços dos adultos faziam caminhadas curtas de 10 minutos e os que pouco caminhavam eram exatamente os com maior risco de doenças cardiovasculares. A turma que caminhava 150 ou mais minutos tinha menos doenças graves crônicas.

Apesar de parecerem óbvias essas conclusões, faltam incentivos até para as simples caminhadas. Essas descobertas devem mostrar que todos os profissionais da saúde precisam ser mais enfáticos no assunto e que não é necessária frequência em academias. Precisa-se apenas criar vontade de caminhar e ir, o que é um bom começo.

Não se discutiu nessa pesquisa a velocidade, apenas a mobilidade de uma caminhada. Os idosos sem dúvida vão se associar a esta modalidade, que pode ser intensificada sem exageros em até 30% apenas para satisfação pessoal. Uma pesquisa dinamarquesa concluiu que sendo moderada ou intensa, a atividade física regular diminui o risco cardiovascular em 10% a 11%, respectivamente. O que confirma que o importante é sair do sedentarismo de uma vez por todas. Da infância até as idades mais avançadas, mexa-se! Essa é nossa principal bandeira.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*