Procurar Notícia

Moro diz que governo não vai deixar de lado o combate à corrupção: ‘Não vai ser no meu turno’

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou hoje (1º) que será necessário uma atuação com o sistema político para evitar ‘retrocessos’ no combate à corrupção. Durante participação no evento “Estadão Discute Corrupção”, realizado na sede do jornal O Estado de S.Paulo, o ex-juiz federal discutiu as operações Lava Jato e Mãos Limpas, promovidas pelo Brasil e Itália, respectivamente. “Há muitas semelhanças entre as operações (Mãos Limpas e Lava Jato), temos que trabalhar com o sistema político para que não tenhamos retrocessos. Um avanço vai gerar ganhos para a economia e para a qualidade da nossa democracia”, diz Moro. Para o ministro, há avanços significativos, mas a sociedade precisa ficar atenta para eventuais mudanças nos mecanismos de combate à corrupção. “Embora haja razões para se permanecer alerta, tenho mais razões para ser otimista do que pessimista. Não vai ser no meu turno como ministro que vamos deixar os esforços contra corrupção serem perdidos. Precisamos de auxílio para aprimorarmos nosso sistema, alterando leis como propões o pacote anticrime e alterando nossas práticas políticas”, afirmou. (Metro1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*