Procurar Notícia

MPF diz que tudo indica que Vale 'privilegiou a lucratividade em detrimento da segurança'

O subprocurador-geral da República, João Pedro Saboia Bandeira de Mello Filho, afirmou que os fatos indicam que a Vale "privilegiou a lucratividade em detrimento da segurança de seus trabalhadores e dos habitantes do entorno" ao construir a barragem de Brumadinho. A afirmação foi dada em um parece enviado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). No documento, Mello Filho ainda defendeu a manutenção da liberdade de dois engenheiros da TUV SUD, empresa que atestou a estabilidade da barragem no ano passado. O funcionários chegaram a ser presos, mas foram soltos após decisão liminar do STJ. Para o subprocurador-geral da República, há indícios de que o estrago causado pelo rompimento da barragem "se à decisão gerencial de utilizar uma técnica potencialmente perigosa, por motivos econômicos , no que diz respeito à escolha do local de construção". Ele questiona o local de construção do refeitório dos funcionários da barragem, que, de acordo com o relatório, foi construído em um local inadequado, o que ocasionou mortes de funcionários após o rompimento da barragem. (Metro 1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*