Procurar Notícia

Mesmo com recesso, força-tarefa trabalha em denúncias contra João de Deus

Apesar do recesso de Natal, a força-tarefa do Ministério Público de Goiás (MP-GO) que apura as denúncias contra João de Deus permanece trabalhando para atender as mulheres que relatam abusos. Em entrevista ao G1, a promotora Gabriella Clementino afirmou que o objetivo do órgão é acolher as vítimas até o próximo domingo (30) para protocolar a primeira denúncia. "A nossa preocupação, o que nos move a trabalhar nesse período, é acolher as vítimas nesse momento que em que estão se sentindo encorajadas a falar sobre o que aconteceu. Todo esse momento das vítimas falando, de divulgação, as incentiva a vir relatar", disse. A promotora acrescentou que, ao buscar o MP-GO para denunciar abusos, as mulheres são ouvidas na presença de uma psicóloga. Após os depoimentos, as vítimas são encaminhadas, se desejarem, para um tratamento terapêutico no Sistema Único de Saúde (SUS). Mais de 300 mulheres já relataram abusos cometidos por João de Deus. Ele está preso desde o último dia 16. (Bahia Notícias)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*