Procurar Notícia

Colégio inaugurado com nome do pai de Bolsonaro não poderá aceitar só filhos de militares

O Colégio Militar Percy Geraldo Bolsonaro, que leva o nome do pai de Jair Bolsonaro (PSL) e foi recém-inaugurado com a presença do presidente eleito, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, não poderá matricular somente filhos de militares. De acordo com informações do jornal O Globo, após ação Civil Pública foi movida em conjunto pelo Ministério Público do Rio e pelo Ministério Público Federal, o juiz da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias, Márcio Santoro Rocha, determinou que a instituição não aceite apenas filhos e dependentes de policiais militares e bombeiros, como previa o convênio assinado entre a prefeitura do município e a Polícia Militar. Caso a medida seja descumprida, a multa diária estipulada é de R$ 10 mil. Na decisão, o juiz citou a carência de investimento da prefeitura nas escolas já existentes na cidade, além dos atrasos nos pagamentos de salários de professores, precariedade das instalações e o déficit de vagas em creches e pré-escolas, atribuições prioritárias do município. “O convênio celebrado, que dá operacionalidade e conformação a essa instituição, padece de ilegalidade/ inconstitucionalidade (...) O equipamento municipal deverá ser destinado a quem é seu dono por direito, ou seja, o povo de Duque de Caxias”, diz parte da sentença, na qual o juiz Márcio Santoro Rocha determinou ainda um “processo de ampla concorrência, sem discriminações inconstitucionais”. Ainda de acordo com a publicação, o colégio foi construído pela prefeitura de Duque de Caxias e será integralmente custeada pelo município em 2019 e 2010, passando para a PM em 2021. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*