Em Nova York, nos Estados Unidos, o presidente nacional do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou que “o Brasil deu o maior cheque em branco de sua história ao eleger Jair Bolsonaro como seu próximo presidente”. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, nesta sexta-feira (9), Neto falou sobre sua administração na capital baiana a empresários, políticos e outras personalidades brasileiras e americanas na Brazilian-American Chamber of Commerce. “O Brasil deu o maior cheque em branco da sua história para alguém nessa eleição de 2018”, disse ACM Neto, presidente nacional do DEM. “Nunca um presidente teve um cheque em branco tão grande quanto o Bolsonaro tem.”, ressaltou. O prefeito disse ainda que a participação do partido na administração de Bolsonaro vai depender de algumas propostas. “Nossa participação do governo não está vinculada a cargos, está vinculada exclusivamente à agenda que o governo terá para o país”, ressaltou. “Mas a decisão não foi tomada ainda”. Até agora, o presidente eleito escolheu dois nomes da legenda para compor seus ministérios: Onyx Lorenzoni (DEM-RS), para a Casa Civil; e Tereza Cristina (DEM-MS), para a Agricultura. “Não são indicações do Democratas. São quadros qualificadíssimos, que nos orgulham”, afirmou. Reforma da Previdência “No caso da Previdência, eu tenho defendido que seja uma reforma que alcance os três entes da Federação: a União, os estados e municípios. Porque a situação dos estados e municípios é tão ruim e tão duras quanto é a do governo federal”, destacou. O prefeito de Salvador defendeu ainda que se vote qualquer parte da reforma da Previdência neste ano, mesmo que, em 2019, sejam feitas mudanças maiores. (bahia.ba)

Em Nova York, nos Estados Unidos, o presidente nacional do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou que “o Brasil deu o maior cheque em branco de sua história ao eleger Jair Bolsonaro como seu próximo presidente”. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, nesta sexta-feira (9), Neto falou sobre sua administração na capital baiana a empresários, políticos e outras personalidades brasileiras e americanas na Brazilian-American Chamber of Commerce. “O Brasil deu o maior cheque em branco da sua história para alguém nessa eleição de 2018”, disse ACM Neto, presidente nacional do DEM. “Nunca um presidente teve um cheque em branco tão grande quanto o Bolsonaro tem.”, ressaltou. O prefeito disse ainda que a participação do partido na administração de Bolsonaro vai depender de algumas propostas. “Nossa participação do governo não está vinculada a cargos, está vinculada exclusivamente à agenda que o governo terá para o país”, ressaltou. “Mas a decisão não foi tomada ainda”.

Até agora, o presidente eleito escolheu dois nomes da legenda para compor seus ministérios: Onyx Lorenzoni (DEM-RS), para a Casa Civil; e Tereza Cristina (DEM-MS), para a Agricultura. “Não são indicações do Democratas. São quadros qualificadíssimos, que nos orgulham”, afirmou.

Reforma da Previdência

“No caso da Previdência, eu tenho defendido que seja uma reforma que alcance os três entes da Federação: a União, os estados e municípios. Porque a situação dos estados e municípios é tão ruim e tão duras quanto é a do governo federal”, destacou. O prefeito de Salvador defendeu ainda que se vote qualquer parte da reforma da Previdência neste ano, mesmo que, em 2019, sejam feitas mudanças maiores. (bahia.ba)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*