Defesa de Lula fará manifestação na ONU por ingresso de Moro no governo Bolsonaro

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está preparando uma manifestação ao Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) por conta da entrada do juiz Sérgio Moro no governo de Jair Bolsonaro (PSL). No documento, os advogados vão lembrar que, na peça inicial, apresentada ainda em 2016, eles apontaram que o juiz poderia projetar uma carreira política. Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, eles vão pontuar também que, nessa mesma petição, indicaram que o juiz era apontado como possível futuro candidato à Presidência da República e respondia de forma dúbia sobre o assunto. Moro, no entanto, negava o interesse em seguir carreira política. Mas, diferente do que afirmava à frente da Operação Lava Jato, o juiz aceitou o convite do presidente eleito para ocupar o posto de ministro da Justiça a partir do próximo ano (veja aqui). Para a defesa de Lula, essa atitude vai garantir a vitória do ex-presidente diante da ONU. Preso desde abril, o petista foi condenado por Moro e teve sua pena aumentada para 12 anos e um mês pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região no processo do triplex do Guarujá. Ele responde pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*