Estudo aponta que confiança do consumidor brasileiro segue estagnada

Um estudo da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontou que o Indicador de Confiança do Consumidor permaneceu estagnado durante os últimos dois meses, com 41,9 pontos em setembro contra 42,4 pontos em agosto. Conforme os dados, a baixa evolução da confiança do consumidor é reflexo da crise na economia e das incertezas do processo eleitoral. Ainda de acordo com o estudo, 82% dos brasileiros entrevistados avaliam de forma negativa a economia no atual momento, percentual que se manteve estável na passagem de agosto para setembro. Conforme o levantamento, 68% dos consumidores avaliam que o principal sintoma das atuais condições econômicas é o desemprego elevado; 61% culparam o aumento dos preços de produtos; 38% justificaram pelas altas taxas de juros; e 29% acreditam que é por causa do aumento do dólar. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*