‘Eleito com base em propaganda enganosa pode ter candidatura anulada’

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi um dos entrevistados do documentário “Fake news - Made in Brasil”, de André Fran e Rodrigo Cebrian. No filme, o ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez o seguinte comentário, de acordo com o colunista Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”. “Nós temos todos os instrumentos normativos que criminalizam as fake news. O artigo 222 do código eleitoral estabelece que se o candidato for eleito só com base em propaganda enganosa, essa candidatura pode ser anulada”. Fux também revela que já foi vítima de “fake news”. “Fui alvo de duas fake news, uma que disse que eu viajei para Joanesburgo, onde nunca estive na minha vida, e outra que disse que eu fui relator de um processo do qual nunca fui”. O documentário vai ao ar no canal “Curta!” no próximo dia 26. (Notícias ao Minuto)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*