Brasil tem o sexto maior mercado de trabalho informal do mundo, mostra levantamento

O Brasil é o sexto país do mundo com nível mais alto de economia informal, segundo levantamento da consultoria global A.T. Kearney. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Sachin Mehta, sócio da empresa, afirmou que pelo menos US$ 655 bilhões (R$ 2,48 trilhões no câmbio atual) são movimentados sem declaração adequada, o equivalente a 36,5% do PIB. “Conforme as condições econômicas melhoram, o nível de informalidade tende a cair. Isso se soma ao advento, nos últimos anos, dos meios de pagamento digitais, que aceleram o processo de formalização”, disse o empresário. O levantamento ainda aponta que o país ocupa uma posição pior que a de todos os outros que compõem o Brics, estando à frente de vizinhos como a Venezuela (na 8ª posição), a Argentina (23ª) e o Uruguai (25ª). Os melhores colocados são os Estados Unidos e o Japão. Segundo o empresário, um aumento de 10% ao ano do uso de pagamentos eletrônicos reduziria o percentual de informalidade no Brasil para 29,9% nos próximos cinco anos. (Metro1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*