Procurar Notícia

Bafômetro que identifica álcool no ar começa a ser usado pela PRF na BA

Um novo bafômetro, que consegue captar o cheiro do álcool no ar, começou a ser usado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia, nesta quinta-feira (11), véspera do feriado prolongado do dia 12 de outubro, quando é celebrado o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Segundo a PRF, além de trechos da BR-324 em Salvador, os novos equipamentos serão utilizados pela PRF em Simões Filho, Feira de Santana, Jequié e Vitória da Conquista. De acordo com a PRF, o equipamento capta a presença de álcool dentro do carro abordado e, em seguida, indica se o condutor deve realizar o teste tradicional, assoprando o bafômetro. Caso não seja constatada a presença de álcool, o aparelho acende uma luz verde e o policial libera o motorista. Se existir algum indício de álcool, ainda que mínimo, aparece uma luz amarela. Já a luz vermelha, indica que no local há muito álcool, o que significa que o condutor, realmente, tem que ser parado e submetido ao teste de alcoolemia pelo bafômetro tradicional.
"Esse equipamento é a evolução do equipamento tradicional. Enquanto que o outro equipamento [o antigo] era necessário um bocal descartável e que o motorista passasse mais tempo na fiscalização, esse daqui [o novo equipamento] você tem uma fiscalização mais rápida, não há necessidade de troca de bocal que vai gerar uma economia em dinheiro e tempo, já que ele tem uma resposta muito mais rápida do que o [bafômetro] tradicional", explicou o inspetor da PRF, Jeferson Almeida. A PRF disse ainda que o motorista pode se negar a falar, mas que a negação ao teste é uma infração de trânsito gravíssima, que tem a mesma penalidade de dirigir depois de beber álcool, com multa de R$ 2.934,70 e possibilidade de suspensão por 12 meses da CNH e retenção do veículo. (G1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*