Procurar Notícia

O suor pode ser ruim para o seu cabelo. Saiba como protegê-lo!

Praticar esportes é tudo de bom – você, leitora da BF, sabe bem: a gente ganha mais disposição e energia, fortalece o corpo e enxuga os quilos extras. Mas, enquanto sua autoestima só aumenta a cada check dado nos treinos, alguém está sofrendo com tanto empenho: seu cabelo. As sessões pinga-pinga dentro e fora da academia deixam os fios mais ressecados, desbotados e, algumas vezes, até quebradiços. “Suor, vento, sol e a tração dos elásticos são alguns dos fatores nocivos”, explica a dermatologista Renata Sampaio, do Rio de Janeiro. Como, claro, parar de treinar não é uma opção – nem pense em mandar um WhatsApp para o personal cancelando a hora de vocês para ir ao salão –, o jeito é desvendar alguns truques para contornar os problemas que a deixam de cabelo em pé. Juramos que dá até para encerrar a malhação com os fios mais lindos e hidratados do que quando você passou pela porta da academia!

Os vilões
Imagine só: você correndo ao som daquela playlist nova superanimada, no seu parque favorito, em uma manhã agradável com solzinho leve e uma brisa refrescante. Parece o cenário perfeito, certo? Errado. Esse ambiente pode ser bem perigoso para seus fios. “Os raios UV do sol agem diretamente nas substâncias que unem a cutícula do cabelo”, explica Renata. E o resultado desse processo não é nada legal: fios opacos, frágeis e quebradiços – isso sem contar o desbotamento da cor. Outro problema na cena, digna de Instagram, é o vento. “Ele aumenta o risco de nós (cuidado ao escovar!) e favorece a mudança de temperatura, produzindo uma corrente elétrica que causa o frizz”, completa a dermatologista.

Prefere treinar em ambientes fechados? Nem por isso você está livre de prejuízos, já que até seu penteado pode ser um vilão. “Se o rabo de cavalo fica muito apertado, o elástico quebra os fios”, alerta o tricologista Valcinir Bedin, de São Paulo. Bonés e viseiras têm o mesmo efeito. E claro que o suor não escapa dessa conta. “Seu pH ácido também agride a cutícula do fio”, diz Valcinir. Além disso, o fluido é composto de sais que, quando em contato com o cabelo, provocam ressecamento. Tchau, brilho!

Fique esperta
Se você – assim como nós – ficou preocupada com a listinha de inimigos do cabelo saudável, não se desespere: com alguns truques simples, você contorna todos eles.

1. Da mesma forma que passa protetor solar no rosto toda vez que vai se exercitar no parque – ou pelo menos deveria –, blinde seus fios. “Utilize um creme ou um óleo com proteção UV”, recomenda Renata. A dose não precisa ser exagerada, apenas o necessário para cobrir todo o comprimento.

2. Já para se prevenir do sal do suor e evitar o ressecamento, aplique um óleo vegetal (como o de argan) no cabelo antes do treino e deixe-o agir. Só retire depois, no banho. Também vale uma máscara de hidratação, um leave-in ou o óleo de coco.

3. Procure prender os fios de uma forma que minimize o contato com o suor, mas, atenção, sem puxá-los muito. Experimente uma trança de raiz ou um coque e evite os elásticos sintéticos ou com metal. “Uma boa opção são aqueles feitos de meia-calça”, diz Valcinir. (BoaForma)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*