Procurar Notícia

Multa cobrada a quem deixa de votar vai para fundo que financia partidos; entenda

Em período de desencanto da população com a política – somente 24% das pessoas acreditam no governo, segundo pesquisa Edelman Trust Barometer 2017 – muita gente pode, em protesto, decidir não comparecer às urnas em 7 de outubro. Para aqueles que não votam ou não justificam, a punição é uma multa de R$ 3,50 cobrada pela Justiça Eleitoral. O que muita gente não sabe é que o valor arrecadado com essa cobrança vai para o Fundo Partidário, que é repassado justamente para os partidos. Apenas em 2018, a expectativa é que o montante destinado aos partidos via Fundo Partidário seja de R$ 780 milhões. Estes recursos ajudam a financiar as siglas. Em entrevista ao Bahia Notícias, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), José Edivaldo Rocha Rotondano, defendeu que, se a iniciativa ao não votar é punir o sistema político, esta não é a melhor tática.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*