Justiça manda coligação de Zé Ronaldo tirar do ar propaganda com ataques a Wagner e Rui

A juíza auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, Carmem Lúcia Santos Pinheiro, mandou que a coligação de José Ronaldo (DEM) tire do ar uma progaganda com ataques aos candidatos ao governo da Bahia e ao Senado, Rui Costa e Jaques Wagner, ambos do PT, respectivamente. Na propaganda, o adversário diz que os petistas estão envolvidos em "muitos casos de polícia". "Denúncia de superfaturamento de quatrocentos e cinquenta milhões. Isso mesmo, quatrocentos e cinquenta milhões na construção da Arena Fonte Nova, e delações que apontam mais de vinte milhões de caixa dois na campanha de Rui em 2014. Doze anos de atraso", diz trecho dio vídeo. Na decisão, a magistrada ressalta que "embora as informações ali veiculadas tenham de fato sido divulgadas pela imprensa escrita e falada há alguns meses atrás, ainda não se tem notícia do efetivo ajuizamento de ações na Justiça criminal". Para a juíza, a propaganda "degrada as imagens" dos postulantes. "Deste modo, associar a imagem dos candidatos da coligação representante a casos policiais, na forma como fez a representada em sua propaganda, é atitude ofensiva que extrapola o limite permitido pela legislação eleitoral", ressaltou. (M1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*