Diálogos entre amigo de Temer e entregador de propina são anexados a investigação

Apontado por delatores como responsável por receber propina para o presidente Michel Temer (MDB), o coronel João Baptista Lima Filho, amigo do emedebista, foi gravado por funcionários da Hoya Corretora de Valores, empresa do doleiro Álvaro Novis, responsável por entregar dinheiro a políticos a mando da Odebrecht, segundo informações do Globo. Novis entregou o material aos investigadores, como parte de sua delação premiada. Quatro arquivos de áudio com diálogos entre o coronel e entregadores de dinheiro foram anexados pela Polícia Federal na investigação que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). Em uma das conversas, um funcionário da corretora fala sobre a entrega de uma “encomenda”. Em outro diálogo, o coronel Lima reclama que o valor das “atas” estava abaixo do previsto, o que seria uma referência ao valor de propina, de acordo com a PF. O Palácio do Planalto informou que “não comentaria interpretações que não se baseiam em fatos; são apenas fantasias”.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*