'TPM é líder na procura por ginecologistas', diz médico; doença atinge 70% das brasileiras

Dados do Ministério da Saúde apontam que 70% das mulheres brasileiras em idade reprodutiva sofrem com a chamada Tensão Pré Menstrual. Em entrevista ao Metrópole Saúde, Jorge Valente, diretor médico do Ceparh (Centro de Pesquisa e Assistência em Reprodução Humana), revelou que a síndrome lidera a busca de mulheres pela especialidade, à frente de sangramentos ou inflamações genitais. "Normalmente ela aparece no período da ovulação", acrescentou o especialista. A síndrome é causada pela irregularidade do estrogênio no período menstrual. "Existe um coeficiente muito grande de mulheres que procuram o médico por causa da TPM. É muito frequente essa queixa no consultório ginecológico. A TPM é diagnosticada na entrevista com a paciente. Um bom questionamento que a gente deve fazer é notar sintomas que às vezes não estão ligados, mas acontece no mesmo período do mês", disse, ao acrescentar que, em grande parte dos casos que recebe no consultório, os maridos incentivam a parceira a tratar os sintomas, que refletem na convivência do casal. "Cada paciente desenvolve de um jeito. Eu, de maneira jocosa, graduo quando só as pessoas externas não aguentam mais ela, quando a família não aguenta mais ela ou quando ela mesma não se aguenta", brincou. Prevenção – De acordo com o ginecologista, os sintomas da TPM variam a depender do organismo. Há pacientes que sofrem com cólicas, outras têm alterações no humor. "Tem pacientes até que podem desencadear surtos psiquiátricos", relatou. Normalmente, a chegada da menstruação ajuda a aliviar as ocorrências hormonais. Para prevenir o fenômeno, Valente citou atividades físicas regulares e uma boa alimentação para evitar irritações intestinais, que intensificam os sintomas uma vez que hormônios fundamentais para o bom humor são liberados nas trocas metabólicas do intestino. "A dieta é muito importante. A gente sabe que leite e glúten têm vários problemas inflamatórios. Mulheres que fazem atividade física regular liberam mais endorfina, e isso ajuda. Há o bloqueio menstrual. Você bloqueando a ovulação, vai bloquear a menstruação e os sintomas da TPM, mas cada caso vai precisar de um tipo de bloqueador diferente", ressaltou. (M1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*