TCU: 44% dos órgãos públicos pagam algum salário irregular a servidores

O Tribunal de Contas da União (TCU) realizou uma auditoria nos holerites do funcionalismo federal dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, e identificou pagamentos irregulares para 12.658 servidores e 4.380 casos suspeitos que ainda não foram esclarecidos, em 21 tipos de irregularidades. De acordo com a Folha de S. Paulo, o valor que saiu dos cofres da União para esses pagamentos irregulares é de R$ 730,6 milhões anuais. Os documentos apontam pagamento para pensionistas falecidos, aposentados por invalidez com vínculos empregatícios, servidores em cargos que não podem ser acumulados e funcionários sócio-gerentes ou administradores de empresas particulares. Vale ressaltar que a auditoria ainda está em curso. Mas até o momento, foram analisados dados de 652 órgãos federais. O percentual que aponta indícios de irregularidades, 44%, vem de 287 órgãos. O TCU vai acionar os gestores dos órgãos responsáveis pelos pagamentos irregulares a fim de que as informações sejam regularizadas e os benefícios indevidos sejam cortados. O pente-fino foi feito nas folhas de pagamento de março de 2017. A auditoria foi julgada no plenário da corte no dia 16 de maio.

Os órgãos fiscalizados foram: Administração direta, autarquias e fundações do Executivo, Judiciário, Legislativo, Ministério Público da União, Tribunal de Contas da União, Banco Central, Forças Armadas (só os militares), Empresas públicas como Banco do Nordeste, BNDES, Caixa, Correios, Eletrobras e Petrobras. (Noticias ao Minuto)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*