Polícia Federal pede nova quebra de sigilo bancário em inquérito contra Temer

A Polícia Federal pediu uma nova quebra de sigilo bancário contra o presidente Michel Temer como parte do inquérito que apura se ele recebeu propina do setor portuário. Segundo informações do jornal O Globo, o pedido chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF), no último dia 18 de julho, durante o recesso do judiciário. A PF quer ter acesso aos extratos bancários da empresa Eliand do Brasil. Ela é suspeita de ser usada como fachada para recebimento de propina pelo coronel João Baptista Lima, amigo de Temer e apontado como possível receptor de pagamentos indevidos para o presidente da República. O pedido de quebra do sigilo foi encaminhado ao ministro Luís Roberto Barroso, do STF, nesta quarta-feira (1º), no retorno do recesso. Ele já autorizou anteriormente a quebra dos sigilos bancário e fiscal do próprio Temer e de outros investigados no inquérito. (BN)


0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*