Moro adia interrogatório de Lula para depois das eleições

O juiz Sergio Moro publicou nesta quarta-feira (15) um despacho no qual indicou o adiamento da audiência em que o ex-presidente Lula será interrogado no processo sobre o sítio de Atibaia. O interrogatório aconteceria nos dias 27 de agosto e 11 de setembro, coincidindo assim com o período de campanha eleitoral. Vale ressaltar que Lula é candidato ao Planalto. Desta maneira, o interrogatório com o petista foi remarcado para o dia 14 de novembro, após as eleições, que por sua vez estão agendadas para os dias 7 e 28 de outubro. “Um dos acusados foi condenado por corrupção e lavagem na ação penal e encontra-se preso por ordem do Egrégio Tribunal Regional Federal da 4ª Região, tendo a medida sido mantida pelos Tribunais Superiores. Apesar disso, o acusado apresenta-se como candidato à Presidência da República. A fim de evitar a exploração eleitoral dos interrogatórios, seja qual for a perspectiva, reputo oportuno redesignar as audiências”, escreveu Moro. De acordo com a revista “Veja”, também foram adiadas as audiências com Fernando Bittar, Léo Pinheiro e Emílio e Marcelo Odebrecht. (Notícias ao Minuto)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*