Defesa cogita desistir de pedido de soltura para STF não discutir inelegibilidade de Lula

Com o Supremo Tribunal Federal (STF) dedicado a dar celeridade ao julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a defesa do petista tem avaliado a possibilidade de desistir da ação. Isso porque o relator do processo, ministro Edson Fachin, acrescentou a discussão sobre a inelegibilidade do ex-presidente. Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, na próxima segunda-feira (6), os advogados de Lula vão apresentar uma manifestação, defendendo que a discussão sobre a elegibilidade não pode ser feita nesse momento. Assim, se Fachin não aceitar os argumentos, eles devem desistir do pedido de liberdade. Por outro lado se a ação tiver seguimento, a expectativa é que o julgamento ocorra até o dia 15 de agosto (veja aqui), data final para o registro de candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*