A estudante Yane de Souza dos Santos, de 14 anos, morreu afogada na tarde de domingo, no Rio Jacuípe, no distrito de Jaguara, em Feira de Santana. Segundo o boletim de ocorrências do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), ela estava comemorando o Dia dos Pais com a família e entrou no rio com as primas quando se afogou. Yane ainda foi socorrida para o Hospital Geral Clériston Andrade, por volta das 13h45, mas não resistiu. A jovem residia no Residencial Vida Nova Asa Branca, no bairro Asa Branca. A delegada Dorean dos Reis Soares efetuou o levantamento cadavérico. Este é o segundo caso de afogamento no Rio Jacuípe em menos de uma semana. Na última sexta-feira (10), o idoso José Alberto Galdino da Silva, 78 anos, foi encontrado morto às margens do Rio Jacuípe, Fazenda Poço da Negra, no distrito de Jaguara. Segundo informações, o idoso foi visto ingerindo bebidas alcoólicas, quando decidiu tomar banho no rio e se afogou. Populares retiraram o corpo das águas e acionaram a polícia. Ele morava na Fazenda Poço da Negra. Informações do repórter Aldo Matos e Ed Santos do Acorda Cidade.

Em pouco mais de sete meses foi apreendido mais drogas do que em todo ano de 2017 pela polícia baiana. Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP-BA), entre janeiro e o início de agosto 17,5 toneladas de entorpecentes foram encontradas na Bahia. Em 2017, o número total foi de 16 toneladas. As maiores apreensões de maconha ocorreram em plantações, nos meses de março. A Cipe Semiárido localizou 10 toneladas em Xique-Xique, no centro norte. Em maio com a COE foi achado 1,5 tonelada em Esplanada, no agreste, e em junho, em Canarana, também no centro norte, onde equipes da Rondesp Chapada e da Delegacia Territorial encontraram 1,5 tonelada. Além dos plantios, em Feira de Santana, no dia 4 de julho, 350 kg de maconha prensada foram retirados das ruas pela DTE.

Em duas ações conjuntas de forças estaduais e federais, dois grandes montantes de entorpecentes acabaram encontrados, na capital e na RMS. Em junho a COE (Canil) e PF, no Porto de Salvador, apreenderam cerca de 1,5 tonelada de cocaína, avaliada em R$ 22,5 milhões. Já em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), em julho, o Batalhão de Choque, a Rondesp BTS e a PF descobriram 200 kg de pasta base de cocaína, avaliados em R$ 4 milhões, em um galpão. Ainda no primeiro semestre, em abril, a DTE de Feira estourou um laboratório de refino de drogas. Uma carga de 40 kg de cocaína, com marca da Apple, foi localizada. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*