Procurar Notícia

Reclame menos, agradeça mais

Acontecem quatro coisas boas, você gosta, comemora, celebra, curte, o ego fica satisfeito. Acontece uma nem tão favorável e pronto, parece que é o fim do mundo. Você pensa "tudo deu errado" e sofre, e se lamenta, e fica desconfortável. Sente como se a chata pulguinha da frustração ficasse zumbindo o tempo todo em seus ouvidos, lembrando-lhe o que saiu contrário à sua expectativa. Eita criatura essa, o homem, que tem sempre a tendência de super valorizar o negativo, esquecendo-se das coisas boas que possui. Será mesmo que TUDO deu errado? Ou apenas uma coisa não saiu como se esperava? E o que deu certo não merece valor? Que mania é essa que temos de, no fim das contas, saldar os ocorridos sempre com o negativo? Além de não fazer bem nenhum só valorizar os acontecimentos ruins, ainda deixar essa lembrança viva é não ser grato ao que de bom se passou. Um sábio chinês disse certa vez que aquele que não agradece o que tem de bom acaba por perder suas dádivas, já que só se importa com o que é ruim. O jeito é – quando o pensamento da frustração vier – imediatamente reforçar mentalmente as coisas boas, bonitas e positivas que acontecem. Afinal, todo fato, mas todo mesmo, tem os dois lados. É o tão falado Yin e Yang. Em todo mau tem um pouquinho de bom, como em todo bom tem um risquinho de mau. Então, pra que salientar apenas a dor ao invés da alegria? Isso depende só de você e da sua força de vontade. Mentalize a mudança interna a começar pela vigilância de seus próprios pensamentos. (Arita)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*