Na TV, Jéssica Senra lamenta se sentir pressionada a ter 'corpo perfeito': ‘Loucura’

A jornalista Jéssica Senra dedicou um longo tempo do “Bahia Meio Dia”, desta segunda-feira (23), para falar sobre o padrão estético de corpo imposto na sociedade. Após exibir uma matéria do “Fantástico” em que trouxe detalhes da prisão do médico Denis Furtado, conhecido como Doutor Bumbum, preso por homicídio qualificado e associação criminosa, a baiana desabafou: “Por que existem médicos que fazem essas loucuras? Por que existem mulheres dispostas a essas loucuras? Porque estamos em uma sociedade que nos pressiona a ter o corpo de uma determinada maneira, a corresponder a um determinado padrão, a maltratar o nosso corpo, a se encaixar naquele padrãozinho que alguém determinou”, lembrou. Em seguida, trouxe um exemplo prático de como as pessoas estão vivendo nesse pensamento e muitas vezes nem percebem. “Quando a gente encontra uma amiga que diz ‘oh amiga, você está linda, como você está magra, está maravilhosa'. Essa é uma forma de pressionar, de dizer que você só está linda se estiver magra. A gente precisa se policiar”, ressaltou. Ao longo do discurso, a comunicadora relatou que várias pessoas vão em suas redes sociais para dizer como ele deve estruturar seu próprio corpo. “Se eu engordo mais um pouquinho, se eu fico com um quadril mais largo. Tem gente que acha que pode falar sobre o meu corpo... como as pessoas são maldosas e acham que podem apontar o dedo e querer ditar como deve ser o corpo do outro e é por isso que as loucuras acontecem. Depois, essas mesmas pessoas vêm dizer 'há...não precisava fazer isso'”, realçou. 

Por fim, reforçou que essa cobrança continuará acontecendo enquanto as pessoas compartilhando com essa ideia. “Se você não corresponde a esse padrão, você é massacrado, oprimido. Isso seguirá acontecendo enquanto a gente seguir compactuando com esse tipo de comentário. Falo isso para você que me escuta e para mim, pois me sinto absolutamente pressionada a ter esse corpo padrão, a não engordar, a controlar o que como, a fazer atividade física, a fazer procedimento estético... essa loucura da indústria da beleza que a gente financia”. (Holofote)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*