Desempenho do Bahia despenca com a saída de Guto Ferreira

Um mês e meio depois da demissão de Guto Ferreira e o desempenho do Bahia não melhorou. Pelo contrário. O aproveitamento do Esquadrão caiu de forma drástica. Na segunda passagem pelo clube, Guto comandou o Bahia em 33 jogos. Foram 18 triunfos, seis empates e nove derrotas. O aproveitamento de 60% garantiu o título do campeonato baiano, uma vaga nas semifinais da Copa do Nordeste e outra na segunda fase da Sul-Americana. O treinador não suportou a pressão depois da derrota para o Grêmio pela então nona rodada do Brasileirão na 18ª posição, na zona de rebaixamento. Desde então, o Bahia foi treinado por Cláudio Prates, auxiliar e treinador do time sub-23, e por Enderson Moreira. Foram oito partidas, com três derrotas, três empates e apenas dois triunfos, aproveitamento de 37,5%. O Tricolor até chegou à final da Copa Nordeste, mas perder o título para o Sampaio Corrêa, correr risco de ser eliminado na Copa do Brasil para o Vasco após grande vantagem conquistada na primeira partida. O fato de a equipe permanecer na zona de rebaixamento aumenta ainda mais a pressão da torcida por bons resultados. O Bahia tem a oportunidade de superar a má fase nesta quinta-feira (19), quando enfrenta a Chapecoense, na Arena Condá, pela 13ª rodada do Brasileirão. (VN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*