145 UPAs construídas pelo governo não operam por falta de dinheiro

Dados do Ministério da Saúde revelaram que 145 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) foram construídas e estão prontas para operar, mas não têm previsão de inaugurar. O dinheiro para construir a unidade é cedido pelo Fundo Nacional de Saúde. As prefeituras, por sua vez, ficam responsáveis por comprar os equipamentos e providenciar o atendimento. As administrações municipais alegam não ter recurso. O Ministério da Saúde informou ao site que, só no Estado de São Paulo, nos últimos 10 anos, foram cancelados 75 pedidos de instalação de novas unidades. As prefeituras tiveram que devolver cerca de R$115 milhões ao governo federal. O valor foi gasto com as obras. Diante dessa situação o governo emitiu um decreto que estipula que os municípios não precisam pagar pelos prédios se a unidade seja usada para atendimento na área da saúde. Desde então, prédios erguidos para a implantação de UPS estão sendo adaptados para oferecer outros serviços de saúde. (Notícias ao Minuto)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*