Justiça rejeita pedido de Ciro Gomes para suspender indenização a Collor

O Superior Tribunal de Justiça rejeitou o pedido do presidenciável Ciro Gomes (PDT) para suspender o pagamento de indenização ao ex-presidente da República, Fernando Collor, por ofensas ditas em 1999, segundo o jornal Estado de São Paulo. Ná época, o pedetista teria dito que o adversaŕio era um “playboy safado” e “cheirador de cocaína”. No pedido, Ciro afirmou que não houve dano moral a ser indenizado no caso, já que teria atuado dentro do exercício do direito de crítica. O presidenciável foi condenado a pagar R$ 100 mil pela primeira instância e o Tribunal de Justiça de São Paulo reduziu para R$ 60 mil. (M1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*