Irará deixa de pertencer à região metropolitana de Feira de Santana

A Assembleia Legislativa da Bahia aprovou nesta semana o Projeto de Lei Complementar que retira Irará da Região Metropolitana de Feira de Santana. A proposta vai permitir que o município receba R$ 7 milhões de recursos do governo federal. A RMFS foi criada em 2011, após o então governador sancionar um projeto antigo iniciado por Colbert Martins (MDB), atual prefeito da cidade. Pela proposta, a Região Metropolitana de Feira de Santana será composta pelos municípios de Anguera, Antônio Cardoso, Candeal, Coração de Maria, Ipecaetá, Santa Barbara, Santanópolis, Serra Preta e Riachão do Jacuípe. De acordo com o deputado estadual Pablo Barrozo (DEM), autor da proposta, “a inclusão de Irará na Região prejudica o município na assinatura de acordos e convênios juntos aos entes federados”. “Na política, os assuntos precisam ser resolvidos através do diálogo. Conseguimos aprovar um projeto de minha autoria que possibilita o município de Irará receber recursos federais para melhorias e investimentos a seu povo. Contei com a sensibilidade dos deputados de oposição e também do governo, aqui representando pelo líder da bancada, Zé Neto. Agradeço a todos pela compreensão e quem sai ganhando é a população de Irará. Agradeço a todos os parlamentares e ao presidente da Casa, Ângelo Coronel”, pontuou. (ON)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*