Procurar Notícia

Batoré relembra demissão do SBT causada por Carlos Alberto de Nóbrega: ‘Achei covardia’

A apresentadora Luciana Gimenez recebeu nesta terça-feira (26) no palco do seu programa da Rede TV! o humorista Ivanildo Gomes, mais conhecido como Batoré. Depois de trabalhar por 16 anos no humorístico “A Praça é Nossa”, Batoré estreou em 2016 na teledramaturgia interpretando um delegado na novela 'Velho Chico', contracenando com grandes atores como Antônio Fagundes e Domingos Montagner. “Só acreditei [no convite] com a insistência do produtor de elenco. Falei que não queria porque não me sentia capacitado para trabalhar numa novela. Tenho um respeito muito grande pela dramaturgia”, diz, relembrando ter inicialmente recusado o papel na trama. Sobre o antigo patrão, Silvio Santos, Batoré não poupou elogios e comentou a desavença com Carlos Alberto de Nóbrega, quando não teve seu contratado renovado. “Eu perguntei para a diretora na época se o Carlos Alberto sabia e ela disse: 'foi ele que colocou seu nome'. Quando fui falar com ele, ele só abaixou a cabeça. Não discuti nem nada, até porque tenho um respeito muito grande por ele, faz parte da minha história, mas ficamos 13 anos sem nos falar porque achei covardia. Eu pontuava bem no Ibope, era um personagem de primeira linha”, desabafou, contando que depois retomou o contato com o líder da Praça: “Se ele tivesse me falado, eu teria entendido. Depois fizemos as pazes e vira e mexe a gente se fala, torço muito por ele”. Atualmente com 58 anos e pai de dois filhos, Batoré compartilha um dos aprendizados que adquiriu ao longo da trajetória: “Todo mundo fala que querer é poder e eu não acho. Acho que querer é um desejo. Buscar é poder. Eu sempre quis ser o que sou hoje, mas se eu não buscasse, eu não seria. Deus é maravilhoso, mas ele faz a parte dele depois que você fizer a sua. É uma parceria, a lei do retorno”.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*