Sexo: ‘Corro o risco de engravidar ao fazer coito interrompido?’

Muitas meninas que namoram há algum tempo e não querem mais usar preservativo em todas as relações sexuais fazem uso do coito interrompido para evitar uma gravidez indesejada. No método, o garoto tira o pênis da vagina da menina antes da ejaculação, para que não haja risco de fertilização – mesmo que a garota não esteja no período fértil. Esse é o caso da leitora G.C., de 18 anos, que nos enviou a seguinte pergunta: “eu e meu namorado fazemos coito interrompido. Corro o risco de engravidar? O método é seguro?”.

Quem responde a dúvida é a Dra. Mariana Maldonado, ginecologista especialista em sexualidade:

Sim, G.C., você corre o risco de engravidar e ele não é pequeno! Na verdade, não existe “relação segura” sem camisinha. A não ser que o seu parceiro e você tenham feito os exames conhecidos como “pré-nupciais” e queiram engravidar – e, justamente por isso, não usem camisinha. Primeiro, porque não dá para garantir que o seu namorado terá tanto autocontrole. Pode ser que saia um pouco de esperma antes de ele tirar o pênis por completo da vagina. Além disso, o líquido pré-ejaculatório, aquele que sai antes do homem gozar, também é capaz de engravidar uma mulher. Então, se você quiser se proteger de verdade, é melhor fazer uso de outro método contraceptivo. Mas, para isso, é preciso que você consulte presencialmente um ginecologista, ok? Para finalizar, vale lembrar mais uma vez que a camisinha é sempre a melhor opção. Ela te protege de uma gravidez não desejada e de infecções sexualmente transmissíveis. Fique atenta! (Capricho)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*